City Tour Recife Olinda, principal passeio panorâmico

Após o embarque no hotel, a excursão começa com um panorama de Recife, incluindo os três setores que compõe o centro da cidade: Recife, Santo Antônio e Boa Vista. Você verá a ponte de Maurício de Nassau, a Praça da República (cercada pelo Palácio do Governador, o Teatro Santa Isabel e os Tribunais de Justiça).

Depois, pare no Espaço Catamarã, onde você pode embarcar em um lindo catamarã para um passeio (passageiros que não fizerem o passeio seguirão para o Marco Zero) pela “Veneza brasileira”. Durante a excursão pela água, enquanto o guia conta curiosidades e histórias da cidade e sobre os principais pontos da região, os visitantes poderão admirar as lindas paisagens da cidade das águas, começando pela Bacia do Pina, passando pelo Muro de Porto, a Foz do Rio Capibaribe, a Bacia do Porto, o Parque das Esculturas de Francisco Brennand, terminando no ponto zero da cidade, a Praça do Marco Zero. A duração do passeio de catamarã é de aproximadamente 30 minutos. 

Do Marco Zero, prosseguiremos a pé pela Rua Bom Jesus (antiga Rua dos Judeus), onde se encontram a Sinagoga Kahal Zur, a Embaixada dos Bonecos Gigantes de Olinda (ingressos não inclusos) e a Embaixada de Pernambuco (ingressos não inclusos), assim como o Museu a Céu Aberto. 

O museu e o depósito com bonecos gigantes, que representam personalidades de Pernambuco, nacionais e internacionais, também têm uma pequena apresentação de frevo, uma dança tradicional local. A visita a cada local dura 20 minutos. Os que optarem por não visitar tais locais poderão aguardar na praça do Arsenal da Marinha, muito agradável e arborizada. Após as visitas, por volta das 11h30, os turistas retornam ao veículo e almoçam no restaurante com diversas opções de sabores regionais. 

Após uma parada de uma hora para o almoço (preço não incluso), seguiremos para Olinda. Ao chegarmos, em uma excursão a pé que dura cerca de 50 minutos, visitaremos o Alto da Sé, com as Igrejas da Sé e Misericórdia, de onde é possível ver a mais linda vista das cidades de Recife e Olinda, consideradas uma Herança Natural e Cultural da Humanidade pela Unesco. Também é possível fazer compras no mercado de artesanato local. 

Então, retornaremos para uma excursão panorâmica por Recife, incluindo as três ilhas (Recife, Santo Antônio e Boa Vista), a Ponte Maurício de Nassau, a Praça da República (onde se encontra o Palácio do Governo, o Teatro Santa Isabel e o Palácio da Justiça) e, finalmente, faremos uma parada de 40 minutos na Casa da Cultura, um lindo edifício erguido em meados do século XIX para ser usado como uma prisão. Hoje, ele é um centro representativo de cultura regional, com lojas de artesanato e comidas típicas. 

Na última parada, os passageiros retornarão até seus respectivos hotéis.

Está vindo para o Pernambuco para negócios ou a lazer e precisa de de City Tour em Recife ? Solicite um orçamento com a nossa empresa e confira todas as opções que temos.

Recife recebe a Yellow, empresa de compartilhamento de bikes e patinetes elétricos

A partir deste mês, a cidade de Recife verá um volume alto de bicicletas e patinetes amarelas pelas ruas da capital Pernambucana. Ao todo, a startup Yellow, fundada por Renato Freitas e Ariel Lambrecht (também criadores da 99Táxi, vendida para a chinesa Didi Chixing) e Eduardo Musa (ex-Caloi), deve distribuir as bicicletas por vários bairros da capital.

Os recifenses passam a contar, com os serviços da Yellow, empresa brasileira de soluções de mobilidade urbana individual,que oferece compartilhamento de bicicletas no sistema dockless (sem estação para retirada e devolução) e patinetes elétricos.

Boi voador é um episódio ocorrido na antiga Cidade Maurícia, atual Recife

Este foi um espetáculo que marcou a história da cidade Maurícia, pouco tempo depois denominada de Recife.

Segundo os historiadores, no dia 28 de fevereiro de 1644, data da inauguração da ponte do Recife, hoje conhecida como ponte Maurício de Nassau, o conde holandês Maurício de Nassau, que estava de partida da cidade, desejando a presença de grande público para homenagear o evento, mobilizou a população espalhando a notícia que faria “um boi voar” sobre a ponte. De alto custo, o serviço demorou a ficar pronto e teve investimento pessoal do conde Nassau.

O conde utilizou-se de um couro de boi moldou-o em forma de um balão inflável, amarrado em cordas finas, sobre roldanas, controlado por marinheiros, que o fazia dar cambalhotas no ar.

O espetáculo aconteceu com a presença de um grande público, que assistiu de boca aberta e aplaudiu tamanha peripécia.

Maurício de Nassau cumpriu sua promessa, fez realmente o boi voar, ficou conhecido e admirado por todos pela sua criatividade e astúcia.

E a inauguração da Ponte com boi voador e tudo foi um sucesso, tanto para a história dos holandeses em Pernambuco, quanto para os cofres da Coroa holandesa, que arrecadou cerca de 20.800 florins.

Maurício de Nassau

O conde Maurício de Nassau nasceu na Alemanha, em junho de 1604, e morreu em 20 de dezembro de 1679. Foi conde e príncipe de Nassau-Siegen, um Estado do Sacro Império Romano-Germânico.

No Recife, o período do domínio holandês ocorreu entre 1637 e 1644. Na capital de Pernambuco, Nassau decretou a liberdade de culto religioso, documentou, de forma pioneira, a paisagem da cidade e criou jardim botânico, zoológico e obsertavório astronômico.

Também construiu a primeira ponte da América Latina e executou transformações urabanísticas. O governo holandês chegou ao fim com o proceso da Restauração Pernambucana.

Recife, a Veneza Brasileira

Numa cidade conhecida como a Veneza Brasileira era de se esperar que a sua paisagem fosse dominada por inúmeros canais e rios, e por pontes que causassem suspiros. Pois é exatamente isso que se vê: dezenas de lindas pontes, cortando inúmeros rios e canais, provocando admiração em turistas e recifenses. 

Há alguns anos, foi realizada uma pesquisa entre os habitantes do Recife para escolher o símbolo da cidade, e as pontes ganharam disparadas! São 49 construções desse tipo, algumas com nomes esquisitos como a do Motocolombó, sobre o rio Tejipió. Outras, suntuosas como a Buarque de Macedo(1845), a mais extensa do Centro, e a Maurício de Nassau, que lembram(guardando as devidas proporções) as pontes de Praga, com as cabeceiras dominadas por grandes estátuas de ferro. E falando nela, a bela ponte Maurício de Nassau é também a mais antiga do Brasil. A original foi construída pelo tal conde holandês em 1643, para ligar o Recife à cidade Maurícia. Em 1917, foi construída uma nova no mesmo local. 

Mas pra mim, a mais linda de todas é a ponte Velha (ou 6 de Março) de 1921, com seus lampiões e proteções de ferro bordadas. A original foi construída pelos holandeses em 1643. Destaque também merece a ponte de ferro D.Pedro II ou da Boa Vista (reconstruída em 1876), entre as ruas Nova e da Imperatriz, que foi a segunda construída pelos flamengos no Recife. 

A iluminação noturna das pontes Duarte Coelho (1884) e Princesa Isabel (1863), refletida no rio Capibaribe é de embasbacar. Dessas duas se tem a melhor vista do casario da rua da Aurora, um dos cartões postais da cidade. A ponte Princesa Isabel foi projetada pelo arquiteto francês Louis Vauthier. 

Tem até uma ponte giratória (a 12 de Setembro), para a entrada dos navios nos cais internos e que hoje não gira mais. Porém, as maiores de todas, além da Buarque de Macedo, são a ponte do Limoeiro, sobre o rio Beberibe e que liga o “continente” ao Recife Antigo; e as pontes do Pina(Agamenon Magalhães) e Nova do Pina (Paulo Guerra), sobre o rio Pina, e que ligam o Centro aos bairros da Zona Sul. 

1. PONTES PRINCESA ISABEL
Inaugurada em 1863, foi a primeira ponte em ferro da cidade. Liga a Rua da Aurora, no bairro da Boa Vista, à Rua do Sol, no bairro de Santo Antônio. Depois de um século, a estrutura de ferro foi substituída por concreto armado.

Ponte Princesa Isabel – Recife/Pernambuco

2. PONTE 06 DE MARÇO
Conhecida também como Ponte Velha, liga o bairro de São José ao Cais José Mariano, no bairro da Boa Vista. A primitiva ponte foi construída nos tempos de Nassau e reconstruída em 1921.

Ponte 06 de Março ou Ponte Velha – Recife/Pernambuco

3. PONTE DUARTE COELHO
Interliga duas avenidas, a Guararapes e a Conde da Boa Vista. Atendia aos serviços ferroviários, inaugurados em 1868, que se estendiam até o subúrbio de Caxangá. Foi construído em concreto armado em 1943.

Ponte Duarte Coelho (onde fica montado o Galo do Madrugada) – Recife/Pernambuco

4. PONTE DO LIMOEIRO
Interliga a Avenida Norte ao Cais do Apoio, no bairro do Recife.Datada de 1881, serviu ao trem que saía da velha estação do bairro do Brum.Hoje é de concreto armado.

Ponte do Limoeiro – Recife/Pernambuco

5. PONTE DA BOA VISTA
Concluída em apenas sete semanas, no ano de 1644, a ponte,inicialmente de madeira, já passou por diversas reformas, sendo toda em ferro batido. Está localizada entre as ruas Nova, em Santo Antônio, e Imperatriz, na Boa Vista. Essa ponte surgiu quase que simultaneamente à primeira, que corresponde, hoje à Ponte Maurício de Nassau, apesar de atualmente não ter a mesma configuração. Em 1876 foi edificada a ponte com as características atuais.A Ponte da Boa Vista foi adquirida na Inglaterra pelo Governador da Província Henrique de Lucena, que viria a se tornar o Barão de Lucena.

Ponte da Boa Vista (ponte de ferro) – Recife/Pernambuco

6. PONTE MAURÍCIO DE NASSAU
Considerada a primeira ponte do Brasil, foi construída, nas proximidades da atual, em 1644. Passou por diversas reformas, sendo a última em 1993. Interliga a Av. Marquês de Olinda, no bairro do Recife, e a Rua 12 de Março, em Santo Antônio

Ponte Maurício de Nassau (mais antiga do Brasil) – Recife/Pernambuco

7. PONTE BUARQUE DE MACEDO
A mais extensa do centro do Recife (283,3m), a ponte foi concluída em 1890. Liga a Praça da República, em Santo Antônio, à Av. Rio Branco, no bairro do Recife.

Ponte Buarque de Macedo – Recife/Pernambuco

8. PONTE 12 DE SETEMBRO
Ainda chamada de Ponte Giratória por ser originariamentemóvel, une o Cais da Alfândega, no bairro do Recife, ao Cais de Santa Rita, emSão José. Foi construída no ano de 1923 e substituída por uma estrutura fixa em1971.

Ponte 12 de setembro (ponte giratória) – Recife/Pernambuco

Está vindo para o Pernambuco para negócios ou a lazer e precisa de de City Tour em Recife ? Solicite um orçamento com a nossa empresa e confira todas as opções que temos.

Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre – Pernambuco

Aeroporto do Recife

Construído em 1958, ele foi reformado pela primeira vez em 1981, quando passou a ser a porta de entrada do turismo internacional no Nordeste , devido a sua localização geográfica, em meio às rotas do Atlântico sul. 

O programa de modernização e recapacitação do complexo aeroportuário do Recife foi executado em três etapas . Orçada em 300 milhões de reais, a obra envolveu a construção de um terminal com 52 mil metros quadrados para atender a 5 milhões de passageiros por ano; um conector de 550 metros de extensão, com 11 pontes de embarque; o acréscimo de 305 metros aos 3 mil metros da pista de pouso e decolagem. 

Também foram executados a ampliação do pátio de aeronaves, para receber simultaneamente 26 aviões e a criação de edifício-garagem com 72 mil metros quadrados. 

No total, são cerca de 124 mil metros quadrados de área construída, em terreno de 193 538,91 metros quadrados. 
O edifício do terminal de passageiros é uma lâmina de 270 metros por 70 metros de largura , com o conector e as pontes de embarque na face oeste, voltada para o pátio de aeronaves. 

O edifício-garagem, com geometria perimetral em níveis escalonados de baixo para cima, possui efeito de esplanada, com vegetação nas bordas, e evidencia a praça Salgado Filho, projetada por Burle Marx no final da década de 1950. 

Aeroporto Internacional dos Guararapes

Seu primeiro nome foi Aeroporto do Recife. Depois, em 1948, passou a se chamar Aeroporto Internacional Guararapes, por decreto do então presidente da República, Eurico Gaspar Dutra, em homenagem à Batalha de Guararapes, fato histórico de grande importância para todo o país. Apenas em 1958 o terminal de passageiros transfere-se para o bairro da Imbiribeira. Sua localização estratégica, tanto dentro do país quanto em relação ao Atlântico-Sul, faz do Guararapes um dos aeroportos mais importantes do Brasil. Considerado o terceiro melhor aeroporto do Brasil e o décimo melhor da América do Sul, é o sétimo aeroporto brasileiro em movimentação de passageiros e carga aérea, sendo o primeiro no Nordeste, e o décimo primeiro em manobras de aeronaves.

Terminal de Embarque no Aeroporto do Recife

Em Fevereiro de 2016, o presidente da Azul Linhas Aéreas e o governador de Pernambuco assinaram um acordo de instalação de um centro de conexões da empresa no aeroporto do Recife. A partir do acordo, a Azul passou a operar mais 15 voos diários na capital pernambucana, que passa a ser a única cidade com voos diretos para todas as capitais do Nordeste. De acordo com o presidente da companhia, Antonoaldo Neves, dos cerca de 1 milhão de passageiros transportados pela empresa em todo o país (até agosto de 2016), 500 mil fizeram conexão no aeroporto do Recife. Além do incremento nas rotas domésticas, a Azul também implantou seu primeiro voo internacional partido do Nordeste, o qual tem como destino a cidade de Orlando na Flórida. Em 2018, a empresa iniciou novas rotas internacionais partindo para Fort Lauderdale, também na Flórida, e para cidades da Argentina.


Programação Carnaval de Recife e Olinda 2019

Carnaval de Recife e Olinda – Pernambuco

Confira abaixo a programação do carnaval de Recife no Marco Zero, principal polo da folia.

Carnaval Recife | Marco Zero | Sexta (01 / 03 / 2019)

Abertura do carnaval – Início às 19h

Gerlane Lops – 20:40 até 21:55
Maestro Forró, Nena Queiroga e Almir Rouche  – 22:15 até 00:00
Belo Xis – 00:20 até 01:20

Carnaval Recife | Marco Zero | Sábado (02 / 03 / 2019)

Lula Queiroga, Pedro Luís, Roberta Sá e Marcelo Jeneci – 20:00 até 21:30
Fafá de Belém – 21:50 até 22:50
André Rio com Quinteto Violado, Banda de Pau de Corda e Som da Terra –  23:10 a 00:30
Paralamas do Sucesso – 00:50 até 02:10

Carnaval Recife | Marco Zero | Domingo (03 / 03 / 2019)

Samba no Recife, com Adriana B e convidados locais – 20:00 até 21:00
Leci Brandão – 21:20 até 22:40
Alcione – 23:00 até 00:10
Monobloco – 00:30 até 02:00

Carnaval Recife | Marco Zero | Segunda (04 / 03 / 2019)

Gustavo Travassos, Beto Hortis, Luciano Magno e Coral Edgar Moraes – 20:00 até 21:00
Jota Quest – 21:30 até 23:00
Cascabulho, Zezé Mota, Daúde e Tony Tornado – 23:20 até 00:30
Cordel do Fogo Encantado – 00:50 até 02:20

Carnaval Recife | Marco Zero | Terça (05 / 03 / 2019)

Alceu Valença – 20:30 até 22:00
Gaby Amarantos – 22:20 até 23:50
Elba Ramalho – 00:10 até 01:40
Spok Frevo Orquestra + Tânia Alves – 02:00 até 05:00
Orquestrão – 05:00

Marco Zero do Recife – Principal polo de animação do Carnaval

Camarotes e Programação Carnaval Olinda 2019

Quatro Cantos de Olinda – Pernambuco

O Carnaval em Olinda acontece principalmente nos turnos da manhã e tarde. Em torno de 500 bloquinhos e agremiações desfilam durante todos os dias de festa e se misturam com os foliões nas ladeiras e ruas do sítio histórico da cidade. O frevo e o maracatu são os ritmos que embalam o carnaval de Olinda.

A prefeitura costuma divulgar a programação do carnaval de Olinda apenas algumas semanas antes da folia. No entanto, alguns camarotes já foram confirmados com grandes atrações nacionais.

City Tour Recife Olinda. Veja o que lhe espera nesse passeio

Faremos o city tour Recife / Olinda, começando pela panorâmica praia de Boa Viagem, o Cais José Estelita, o Bairro do Recife Antigo, exibindo o Parque de Esculturas Francisco Brennand sobre o molhe do Porto e a Rua do Bom Jesus. 

Recife antigo

Alcançando a Ilha de Santo Antônio, uma parada na Praça da República para admirar o Palácio do Campo das Princesas, Teatro Santa Isabel e Palácio da Justiça. Em Olinda, visitaremos as igrejas seculares, o Mosteiro de São Bento, à Rua do Amparo, Largo da Misericórdia e ao Alto da Sé.

Igreja da Misericórdia
Homem da meia noite
Museu dos bonecos de cera

Locais em Recife

  • Praia da Boa Viagem
  • Centro da cidade e bairros coloniais
  • Rios e pontes
  • Palácio da Justiça
  • Teatro de Santa Isabel
  • Palácio do Governo
  • Casa da Cultura.

Locais em Olinda

  • Alto da Sé
  • Artesanatos
  • Catedral da Sé
  • Ladeira da Misericórdia
  • Quatro cantos
  • ​Mosteiro de São Bento
     

O que está incluso

Guia de turismo, idioma (Português)
 

O que não está incluso

  • Alimentos
  • Bebidas
  • Passeios opcionais
     

Recomandações

  • Roupas leves
  • Sandália e/ou tênis
  • Protetor Solar

Está vindo para o Pernambuco para negócios ou a lazer e precisa de de City Tour em Recife ? Solicite um orçamento com a nossa empresa e confira todas as opções que temos.

Praia de Calhetas você precisa conhecer. Uma das melhores

Distante 38 quilômetros do Aeroporto do Recife, é sem dúvidas uma das praias mais belas do litoral pernambucano. Local reservado, com um mar sensacional e ambiente agradável, boa para quem vai tomar banho ou fazer atividades como a tirolesa, passeios de buggy ou de lancha, ou simplesmente nada. O acesso é um pouco acidentado, feito por uma estrada de terra, mas nada que estrague o passeio, aconselhamos aos visitantes chegarem cedo, pois em fins de semanas e feriados a praia fica cheia e o espaço destinado para estacionamento é bem restrito.

Cercado por rochas e coqueirais está este belo cenário. O banho de mar é uma delícia nas águas mornas e transparentes. Você vai relaxar sob a sombra dos coqueiros ou em agradáveis restaurantes. Calhetas é considerada uma das praias mais belas do mundo, sendo procurada também para mergulho e pesca submarina.

Está vindo para o Pernambuco para negócios ou a lazer e precisa de um transfer em Recife? Solicite um orçamento com a nossa empresa e confira todas as opções que temos.

Valor do transfer de Recife para Cabo de Santo Agostinho

Santa Cruz do Capibaribe tem o maior centro atacadista de confecções do Brasil

Localizado em Santa Cruz do Capibaribe (PE), o Moda Center Santa Cruz é o maior centro atacadista de confecções do Brasil. Ele reúne mais de 10 mil pontos comerciais, entre boxes e lojas, onde são comercializadas peças no atacado e no varejo. O mix inclui de produtos populares a artigos mais trabalhados.

Nos períodos de maior movimento, o local chega a receber mais 150 mil clientes por semana, vindos de todo o País. As feiras no Moda Center acontecem sempre às segundas e terças,das 7h às 18h.

O parque disponibiliza seis praças de alimentação com restaurantes e lanchonetes, estacionamento gratuito para seis mil veículos e rede de hotéis e dormitórios. O centro oferece ainda posto ambulatorial, farmácia, caixas eletrônicos, banheiros, carrinhos de compras,sistema de som, rádio e TV internos, circuito de segurança, balcão de informações e muito mais.

O Moda Center foi inaugurado no dia 7 de outubro de 2006 no Polo de Confecções do Estado. A estrutura reúne mais de 10 mil pontos comerciais, entre lojas e boxes, onde é comercializado um mix de produtos (roupas e acessórios), especialmente no atacado. O Moda Center é composto por seis módulos, que ocupam uma área coberta de 120 mil m²,construída em um espaço de 32 hectares.

O centro de compras recebe clientes, em sua maioria, do Norte e Nordeste. A procura por parte de compradores do Centro-Oeste e Sudeste também tem crescido. A alta temporada de compras ocorre em junho/julho e novembro/dezembro.

O Moda Center Santa, no Agreste de Pernambuco, completou 12 anos de funcionamento no dia 07/10/2018. O Moda Center Santa Cruz foi inaugurado com quatro módulos (setores: vermelho, laranja, azul e verde) e, em 2010,ganhou mais dois (branco e amarelo).

O empreendimento é referência até mesmo para os concorrentes. A administração do Moda Center Santa Cruz recebe visitas de empresários do Ceará, do Acre, de São Paulo, de Minas Gerais e da Bahia interessados em se inspirar para implantar projetos similares. Essa solidificação do Moda Center como centro atacadista de confecções é fruto do trabalho de muitos atores e do processo de profissionalização sistemático da sua gestão.

A estimativa é que o comércio realizado no centro de compras gere 150 mil empregos (confeccionistas e vendedores), sem contar na geração direta de 342 postos de trabalho do quadro próprio do Moda Center. Os colaboradores são responsáveis pela administração, manutenção, segurança e acolhimento dos clientes do centro de compras.

Moda Center Santa Cruz em números

 12 anos de fundação (inauguração em outubro de 2006)

120 mil m² de área construída num espaço de 32 hectares

Mais de 10 mil pontos comerciais (9.672 boxes e 707 lojas)

 Já chegou a ter mais de 150 mil clientes por feira na alta temporada; 40 mil na baixa estação

6.000 vagas de estacionamento

Média de 150 a 200 ônibus na baixa temporada, chegando a mais de 500 na alta temporada

Receita média mensal chega a R$ 1,5 milhão (mensalidades do condomínio)

R$ 1,5 milhão investido em ações de marketing em 2017 e quase R$ 1 milhão em 2016

342 colaboradores

150 mil empregos gerados (confeccionistas, vendedores e atividades afins)

Comercializa a produção de 54 municípios pernambucanos e da Paraíba

Rampa do Pepê é reinaugurada para a prática de Voo Livre no interior de PE

Para chegar a Taquaritinga do Norte, o visitante precisa subir a Serra da Taquara. Lá no alto, encontra-se o município. O clima ameno predomina durante todo o ano, porém, no verão, as temperaturas, durante o dia, são bem altas e à noite, ficam na média dos vinte graus Celsius. No inverno, a temperatura ao dia dificilmente ultrapassa os 25 °C e, à noite, está quase sempre abaixo dos 18 °C chegando, em raras ocasiões, a pouco mais de 10 °C. Em pontos como a Rampa do Pepê, por exemplo, localizada a uma altitude de 1200 metros, com um desnível à frente de mais de 590 metros, a temperatura, durante a madrugada dos meses mais frios, pode, em algumas raras ocasiões, chegar a menos de dez graus Celsius.

O nome da rampa é uma homenagem feita ao carioca Pedro Paulo Guise Carneiro, mais conhecido como “Pepê”, que era um dos principais brasileiros praticante do Voo Livre, campeão mundial da modalidade, além de também atuar no surfe, chegando a figurar entre os 20 melhores surfistas do mundo. Ele morreu em 1991, quando buscava, no Japão, o bicampeonato mundial de Asa-delta.

Adrenalina, aventura e muito voo. Esse era o clima encontrado na Rampa do Pepê, que está localizada na cidade de Taquaritinga do Norte, a 178 km do Recife. O lugar está a 1200 metros de altitude e é cercado pela vegetação alta do Sítio Cafundós, na zona rural do município, considerado um dos pontos mais altos do estado. No local, existe anualmente torneio de voo livre. Para quem gosta de aventura é possível agendar uma aula de voo com instrutores da região.

Taquaritinga do Norte esconde uma raridade em meio à sua produção agrícola: a arábica típica, primeira planta cafeeira a ser introduzida no Brasil, em 1727. O cultivo dessa espécie é precioso no mundo. No Brasil, pode ser encontrado apenas nesta cidade do Agreste pernambucano e na região do Maciço de Baturité, no Sertão cearense. Adaptável apenas a regiões de altitude elevada e clima ameno, o arábica possui sabor adocicado e perfume forte, características que têm atraído a Taquaritinga compradores dos EUA, Japão, Suíça, Alemanha e outras partes do mundo.

O plantio do café arábica se dá na sombra, sob árvores frutíferas e pés de Ipê e Pau-Brasil. Por ser sombreado, o fruto precisa de mais tempo para maturar do que outras espécies. Isso garante ao café um sabor mais doce do que o normal. Além disso, ele tem, naturalmente, menos cafeína. 

Está vindo para o Pernambuco para negócios ou a lazer e precisa de um transfer em Recife? Solicite um orçamento com a nossa empresa e confira todas as opções que temos.